sexta-feira, 3 de abril de 2009

ComunicAÇÃO

Pon.tu.a.ção 1. Ato ou efeito de pontuar. 2. Arte de dividir, (...) as partes do discurso que não têm entre si ligação íntima, e de mostrar de modo mais claro as relações que existem entre essas partes. *

Eu já falei sobre pontos finais e agora percebo que não sou boa também com as vírgulas, separar uma coisa de outra, embora eu pense que sim. Pontuar e viver são mesmo pura arte, e em todos os sentidos da palavra. Que dificuldade saber onde existe uma pausa, onde se rompem as idéias, se diferenciam e, colocar cada sentido no seu devido lugar. Assim como um texto sem pontuação, a vida é bagunça e confusão e haja sabedoria para esclarecer tudo.
E a preguiça ou o mau hábito de não revisar, de não rever atitudes, conceitos e valores estremecem a comunicação, e ninguém se entende e eu muito menos me entendo. Mas reconheço bem que errei, porque ficam marcas como o sinal deixado erroneamente na frase, e ao invés de demonstrar o que queríamos, há outra interpretação mais errada ainda, que nos envergonha.
Mas importa que também estou disposta a aprender, a corrigir. E essa tentantiva de compreender e aperfeiçoar já é um bom começo, ou nesse caso um recomeço...
* Retirado de: Dermival Ribeiro Rios Minidicionário Escolar Língua Portuguesa-São Paulo, DCL, 2007. Onde (...) indica a omissão de um trecho.

2 comentários:

Gabriela disse...

Muito legal esse texto. Como redatora, achei ele a minha cara! Só faltou falar da reforma ortográfica, que, como mt coisa na vida, mexeu com nossas estruturas e nos deixou cheios de dúvidas. Mas que, com o tempo, a gente acostuma.
=*

Ana Aitak disse...

É verdade, ia ficar legal, e realmente se eu já fazia confusão na hora de saber em que sílaba ia o acento, imagine agora. Valeu.