quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Orgulho

Não olho, não olha
não diz, não digo
não se importa
não imploro

Insensível eu
impassível tu
E a poesia
que poderia
não ter fim
acaba
in-
diferente

Um comentário:

_Thiago disse...

me lembrou uma música - linger do the cranberries.
fica a sugestão =)

saaaudades!
mil bjos!!