sábado, 29 de agosto de 2009

inteireza

Para ser grande, sê inteiro:nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.
Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive.

Ricardo Reis, 14-2-1933

olha aí o que andei achando nos meus arquivos esquecidos no pc, as coisas que guardei ainda me agradam...

3 comentários:

Kholdan disse...

Difícil não gostar desse texto... Já vi que tem coisas boas guardadas.

HSLO disse...

Ricardo Reis...é show. Gosto muito desse poema.

abraços


Hugo

Tatiane Trajano disse...

Esse eu não conhecia, muito bom!

;)