domingo, 25 de julho de 2010

quebra-cabeça

Não tem jeito, temos que ir aprendendo e lidando com o que a gente acha que é e o que realmente é que as pessoas estão pensando e sentindo. Lidar com a incerteza e a insegurança é talvez o grande segredo das pessoas realmente felizes. Ainda não li esse livro. Ainda não li vários livros que nos ensinem a viver, a viver bem; mas eu duvido que seja necessário. Na verdade desconfio que também tenhamos que conviver com esse não saber tudo, com essas falhas, com as partes que temos pra formar a imagem, pra significar. Interpretar como se já conhecêssemos o todo e agir como se tivéssemos razão; ainda podemos sempre voltar ao início e tentar de novo quando errarmos.

3 comentários:

Menino-Homem disse...

ana,
seu texto reflete a vida, a existência e a nossa missão de aprendizes afim de felicidade...

foi um dos seus fragmentos que mais amei, vou copiar pra mim...

um cheiro,
do menino-homem

fique com Deus!

João C. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João C. disse...

Concordo com o comentário anterior e digo mais!... Acho que essa questão posta por vc, não responde, mas faz refletir sobre a grande dúvida do ser humano "qual o sentido da vida?", acho que é por aí... ou seja, "entender" como somos tão individuais e ao mesmo tempo tão coletivos; tão diferentes e ao mesmo tempo tão parecidos. Mas uma coisa todos temos em comum, a busca pela tal felicidade.

Acho que fugi um pouco do objetivo do texto, mas tá valendo. rsrsrs