domingo, 15 de novembro de 2009

Lua
Não é quando o dia amanhece em nova aurora,
a vida recomeça quando o sol cede seu lugar.
Esse é o sinal pra mim,
porque sou canhoto
e não destro,
porque sou verso
e não prosa,
canção e não matemática.
Sou guitarras e não armas,
porque sou emoção
e não lógica,
porque ando pelo lado mais vazio da calçada,
porque dirijo de faróis apagados na contramão.
Simplesmente porque sou
o final de semana
e não os dias úteis,
simplesmente porque sou
lua
e poderia ser só sua,
mas você não entende...
Leandro Wirz sabe tudo

4 comentários:

Kholdan disse...

Muito bonito ^^ Ele escreve muito bem...

João C. disse...

Vc tbem estudou na uema?! Eu não estudo nem estudei lá, mas tenho alguns amigos e um irmão que vão todos os dias na van do "seu Luiz", acho que é o mesmo motorista de quando vc estudava. hehe... que mundo pequeno...

J.C.N. disse...

Essa de levar balas de melão eu não sabia, rsrs. Na verdade eu nem sabia que ele transportava os estudantes a tanto tempo, fiquei sabendo depois que voltei de Bsb. Me disseram que ele faz esse trajeto a muitos anos, por isso pensei que você também teria viajado com ele. ^^

_Thiago disse...

Precisava vir aqui com urgência.
para ler estes fragmentos que sabem tudo. tudo de mim.
um bjo!