quarta-feira, 9 de setembro de 2009

círculo

09/09/09

Acorda, corre e vai e trabalha, ouve, ouve, e conversa, e trabalha e cansa. Escurece e volta. Embora de vez em quando caia uma chuva pra refrescar a mente, e mostrar que nada é tão importante quanto parece, e que só importa achar um abrigo pra não se molhar, ou aproveitar a chuva se for favorável; a maioria dos dias é vivida automaticamente, ouve e não escuta, olha e não vê, toca e não sente. E chega a casa, lava louça, limpa casa, faz comida, janta dia sim outros não. Deita e dorme e acorda como se fosse ontem e tudo se repete como se fosse fácil, mas às vezes pensa como se fosse possível e sonha como se fosse verdade.

3 comentários:

Kholdan disse...

Perfeito!! principalmente a parte do ouve mas não escuta...

Como seria bom viver um sonho...

Tatiane Trajano disse...

Eu vivo sonhando como se fosse verdade...

Adorei o texto!

Beijos

_Thiago disse...

Ah, eu também adorei (:
No circulo, quem tiver coragem que vá para dentro e sambe!
Eu não sei sambar, mas tudo bem. Sonho então.

Um beijo!!!