domingo, 14 de setembro de 2008

o círculo da palavra


Porque eu li esse blog inteirinho, até hoje, porque sou obsseviva pra essas coisas (desconfio que não gosto de coisas inacabadas, deixadas pela metade e nem gosto de não saber o ínicio delas). Assim vi essas duas citações, pois esse blog é cheinho delas e lindo, e então lembrei do que escrevi no meu perfil, e não tinha lido isso antes de escrever, mas querem dizer o mesmo que eu disse, ou vice-versa:

"
A gente muda. É só continuar vivendo. Samuel Beckett, Malone Morre, pg. 37 (Códex)

O essencial não muda nunca. Fala de Vladimir, na peça “Esperando Godot“, de Samuel Beckett (Abril Cultural, pg. 36)
"
Citações copiadas na íntegra, de: http://palavraguda.wordpress.com/2008/05/

2 comentários:

Guilherme disse...

Saudades tuas.
Incomodo pelo que é presente.. pela presença da ausência.

Saudades tuas.
Queria conversar contigo algo em especial..

.. mas não tenho te achado!

E teu blog está lindo, muito bem cultivado.

O meu, o capim cresceu demais! rs

Beijos!

Maldictus Otarius disse...

"A gente muda. É só continuar vivendo."
Adorei!

Boa semana para ti.
beijos!