domingo, 3 de junho de 2012

sobre a cereja de um bolo

Duas pessoas
Dois mecanismos distintos
De ver o mundo.

O mesmo fato
Vira do avesso
Visto
De cada ponto
Por cada parte.

Partem
Por caminhos diferentes
Não há luz no fim
Não avistam
A mesma chegada
Outro começo
Aparecerá.

(Durante a prova de concurso, enquanto uns se esforçavam pra redigir um parecer técnico eu já havia desistido e rabiscava a folha da redação me distraindo com os saberes que não estão à prova! E tenho dito :)

Um comentário:

Guilherme disse...

Duas pessoas e dois caminhos, duas chegadas, dois relativos, dois mundos e suas maneiras de ver um mundo só. Um mundo que só é, porque o outro está.