domingo, 19 de agosto de 2012

poeira

Que invisível,
sobre tudo,
fica,
paira.

Seca ,
desgasta,
essa aspereza.

Até quando?
Espanar
dor.

Um comentário:

juliana kalid disse...
Este comentário foi removido pelo autor.